CELMO CAFRUNE - fotografias

Olá,
um toque sobre diagramação de álbuns:
  No álbum, uma página branca (ou preta) com uma foto em destaque no meio… voce pedir pra extender esta foto até as laterais cobrindo todo o branco (sei lá, talvez voce pense que é desperdício de papel) é a mesmíssima coisa se voce pedir pra quem desenhou a bandeira do japão pra extender a bola vermelha em destaque até as laterais, e aí? ficou bonito?
Por isso páginas como esta acima, enfatizam a beleza de uma foto, pela simples existência de um fundo branco.
Até a próxima!

Olá,

um toque sobre diagramação de álbuns:

  No álbum, uma página branca (ou preta) com uma foto em destaque no meio… voce pedir pra extender esta foto até as laterais cobrindo todo o branco (sei lá, talvez voce pense que é desperdício de papel) é a mesmíssima coisa se voce pedir pra quem desenhou a bandeira do japão pra extender a bola vermelha em destaque até as laterais, e aí? ficou bonito?

Por isso páginas como esta acima, enfatizam a beleza de uma foto, pela simples existência de um fundo branco.

Até a próxima!

Olá,me perguntaram se eu saberia comentar um pouco sobre as diferenças entre estilos de fotografias, mais específicamente entre o tradicional e o fotojornalismo, e é claro que ambos são muito utilizados, cada um tem sua beleza, baseada em uma ideologia própria, e em alguns momentos um até utiliza recursos do outro, mesmo que de forma diferente, e justamente por essa particularidades que fotógrafos se identificam mais com um desses dois estilos, se eu tivesse que definir a diferença entre os os dois estilos em uma só palavra, a única que se encaixaria seria: “iluminação”, e uma boa comparação seria a seguinte: luz de novela seria um tipo de luz utilizada por fotógrafos tradicionais, enquanto a luz de cinema teria tudo a ver com o fotojornalismo, pelo menos é o que penso!

Olá,

me perguntaram se eu saberia comentar um pouco sobre as diferenças entre estilos de fotografias, mais específicamente entre o tradicional e o fotojornalismo, e é claro que ambos são muito utilizados, cada um tem sua beleza, baseada em uma ideologia própria, e em alguns momentos um até utiliza recursos do outro, mesmo que de forma diferente, e justamente por essa particularidades que fotógrafos se identificam mais com um desses dois estilos, se eu tivesse que definir a diferença entre os os dois estilos em uma só palavra, a única que se encaixaria seria: “iluminação”, e uma boa comparação seria a seguinte: luz de novela seria um tipo de luz utilizada por fotógrafos tradicionais, enquanto a luz de cinema teria tudo a ver com o fotojornalismo, pelo menos é o que penso!

Fonte: celmocafrune.com

Olá,
eu sempre tenho vontade de falar um pouquinho sobre um assunto que poucas pessoas consideram no momento de contratar um fotógrafo, uma perguntinha… já notaram que a maioria das pessoas começam o assunto assim: quanto voce cobra pra fotografar meu casamento? eu oriento minhas noivas que existem vários pontos a serem analisados, até mesmo para se entender o preço de cada fotógrafo, o primeiro e mais importante: -O estilo - cada fotógrafo adota uma linguagem fotográfica que mais se identifica com sua personalidade, não existe isso de melhor ou pior, é só uma questão de forma de trabalhar, portanto para o cliente, é uma questão de gosto, seria desastroso uma pessoa que gosta de espontaneidade e descontração contratar um fotógrafo todo quadradinho em suas composições com tudo certinho, luzinha certinha, etc… e depois entrega um álbum com tudo previsível e artificial (na minha opinião) ou uma pessoa toda tradicionalista contratar um fotógrafo fotojornalista pra registrar o evento, na opinião dela as cenas estariam bagunçadas, as pessoas dando gargalhadas sem olhar pra câmera, imagens borradas pelo movimento de danças, cenas sem iluminação que mostram um cantinho escuro (exatamente como ele é), enfim! o mala do fotógrafo colocou toda a bagunça do casamento no álbum.
Segundo ponto a ser observado e não menos importante: não faz diferença com qual câmera o fotógrafo vai pra sua festa, pois câmeras pra casamentos não precisam mais que 6 megas de resolução, uma vez que a resolução se faz necessário para ampliações, e qualquer fotógrafo sabe que uma câmera que tenha um sensor de bom tamanho, principalmente se for “full frame” de 5 megas faz uma foto com 80 centímetros de altura com excelente qualidade, lembre-se que marca não é garantia de nada, porque todas as marcas fabricam câmeras profissionais (que aguentam longas jornadas de serviço sob situações extremas) câmeras semiprofissionais (são aquelas que têem a aparência de profissionais, mas sem a mesma resistência) e fabrica também linhas mais baratas com praticamente a mesma aparencia externa, então qualquer uma serve, o que muda tudo é “quantas” câmeras ele vai levar pra sua festa, um trabalho realizado por dois ou mais fotógrafos (alguns ainda levam uma câmera de reserva) evidente lhe trará uma despesa extra com custo-benefício indiscutível, vamos ser pessimista? então imagine voce contratando um fotógrafo que vai sozinho e leva apenas uma câmera com um flash, mas lhe cobrou a metade do preço, e lá na festa a câmera não suportou a umidade gelada da atmosfera naquela noite e travou, ou o flash caiu no chão na hora que a noiva estava entrando na igreja e não quer funcionar mais, ou ainda aquele único cartão de 16 GB (já falo sobre cartões) que estava na câmera resolveu queimar justamente no momento que o fotógrafo chegou em casa e retirou o cartão sem desligar a câmera (isso pode acontecer) então se voce contratou alguém assim, coloque ele com câmera e tudo em suas orações.
Sendo assim o terceiro ponto que precisa ser observado não podia ser outro senão a segurança com que o fotógrafo trata seu casamento, acima falamos sobre cartões de memória, é muito comum acharmos uma grande vantagem em termos um único cartão com grande capacidade e pode até ser mesmo, desde que este conceito não seja de um profissional, principalmente da área de casamentos, um bom profissional primeiro leva em conta que, mais vale vários cartões de baixa capacidade do que um só que suporte muito e é claro que ele nunca compra cartões simples, os cartões de alta performance são especialmente para uso profissional, devido a velocidade de transmissão de dados ser fator imprecindível para fotógrafos profissionais, evidentemente eles custam mais caros (como tudo que é bom) e também nunca compra cartões de origem duvidosa.  E ainda dentro do quesito segurança é muito bom saber como, onde e quando o fotógrafo descarrega suas fotos, eu acredito que todo fotógrafo de eventos deve considerar o uso de um notebook para descarga e armazenamento de arquivos e de preferência conectado a um HD externo, tendo assim todos os arquivos em mais um local e que este HD não vá junto dele pra casa, mande com o pessoal da filmagem ou deixe com os noivos, afinal… é um casamento!
Voce deve analisar também o fato de contratar o próprio fotógrafo, veja que por questões de estratégias comerciais vê-se muitos fotógrafos, principalmente os mais famosos, montando esquemas de produção de fotos de casamentos, usando o sucesso do nome, investindo inclusive em campanhas de marketing, “garantindo” parcerias com casas de noivas, vendem-se a griffe para várias noivas em um só final de semana, mas e o fotógrafo? onde estava afinal? algumas vezes em nenhum desses eventos, não é difícil encontrar pessoas que aspiram a profissão de fotógrafo, alguns até muito bom por sinal, que aceitam trabalhar como “free-lancer” para fotógrafos estabelecidos, e até trabalham mais a vontade, uma vez que como terceirizado não responsabilidade alguma com o evento, no caso de alguma coisa sair errado, o nível de risco que noivos correm nesses casos é muito grande, e é claro que quem detém a fama, trabalha com a possibilidade do cliente entender muito pouco de fotografia, do contrário ele teria na agenda apenas um evento no dia, vamos ser honestos? voce paga uma fortuna pelo seu álbum, o cara paga uma merreca para o freela, eu acredito que o cliente faz papel de bobo principalmente quando gosta das fotos, porque pela lógica ele poderia ter pago muito menos para o fotógrafo que realmente o atendeu, mas é claro que a vida não é assim, parceiro! alguns ainda são ingênuos ao ponto de dizer “quem fotografou meu casamento foi o fulano”, sem se dar conta que ele ou ela sequer conhece pessoalmente esse fulano, esta prática é tão comum que os que fazem isso nem se importam com o fato de que em alguns casos cometem crime na área dos direitos autorais, pois autoria não pode ser vendida e se assinam uma obra que não lhe pertence… não são fotógrafos, vendem o nome na mídia para se aproveitarem de quem produz o trabalho e de quem compra.
Sempre!!! contrate um fotógrafo e exija a presença dele no evento, faça-o perceber que seu dinheiro não é capim.
Agora sim! pode perguntar o preço.
Até a próxima!

Olá,

eu sempre tenho vontade de falar um pouquinho sobre um assunto que poucas pessoas consideram no momento de contratar um fotógrafo, uma perguntinha… já notaram que a maioria das pessoas começam o assunto assim: quanto voce cobra pra fotografar meu casamento? eu oriento minhas noivas que existem vários pontos a serem analisados, até mesmo para se entender o preço de cada fotógrafo, o primeiro e mais importante: -O estilo - cada fotógrafo adota uma linguagem fotográfica que mais se identifica com sua personalidade, não existe isso de melhor ou pior, é só uma questão de forma de trabalhar, portanto para o cliente, é uma questão de gosto, seria desastroso uma pessoa que gosta de espontaneidade e descontração contratar um fotógrafo todo quadradinho em suas composições com tudo certinho, luzinha certinha, etc… e depois entrega um álbum com tudo previsível e artificial (na minha opinião) ou uma pessoa toda tradicionalista contratar um fotógrafo fotojornalista pra registrar o evento, na opinião dela as cenas estariam bagunçadas, as pessoas dando gargalhadas sem olhar pra câmera, imagens borradas pelo movimento de danças, cenas sem iluminação que mostram um cantinho escuro (exatamente como ele é), enfim! o mala do fotógrafo colocou toda a bagunça do casamento no álbum.

Segundo ponto a ser observado e não menos importante: não faz diferença com qual câmera o fotógrafo vai pra sua festa, pois câmeras pra casamentos não precisam mais que 6 megas de resolução, uma vez que a resolução se faz necessário para ampliações, e qualquer fotógrafo sabe que uma câmera que tenha um sensor de bom tamanho, principalmente se for “full frame” de 5 megas faz uma foto com 80 centímetros de altura com excelente qualidade, lembre-se que marca não é garantia de nada, porque todas as marcas fabricam câmeras profissionais (que aguentam longas jornadas de serviço sob situações extremas) câmeras semiprofissionais (são aquelas que têem a aparência de profissionais, mas sem a mesma resistência) e fabrica também linhas mais baratas com praticamente a mesma aparencia externa, então qualquer uma serve, o que muda tudo é “quantas” câmeras ele vai levar pra sua festa, um trabalho realizado por dois ou mais fotógrafos (alguns ainda levam uma câmera de reserva) evidente lhe trará uma despesa extra com custo-benefício indiscutível, vamos ser pessimista? então imagine voce contratando um fotógrafo que vai sozinho e leva apenas uma câmera com um flash, mas lhe cobrou a metade do preço, e lá na festa a câmera não suportou a umidade gelada da atmosfera naquela noite e travou, ou o flash caiu no chão na hora que a noiva estava entrando na igreja e não quer funcionar mais, ou ainda aquele único cartão de 16 GB (já falo sobre cartões) que estava na câmera resolveu queimar justamente no momento que o fotógrafo chegou em casa e retirou o cartão sem desligar a câmera (isso pode acontecer) então se voce contratou alguém assim, coloque ele com câmera e tudo em suas orações.

Sendo assim o terceiro ponto que precisa ser observado não podia ser outro senão a segurança com que o fotógrafo trata seu casamento, acima falamos sobre cartões de memória, é muito comum acharmos uma grande vantagem em termos um único cartão com grande capacidade e pode até ser mesmo, desde que este conceito não seja de um profissional, principalmente da área de casamentos, um bom profissional primeiro leva em conta que, mais vale vários cartões de baixa capacidade do que um só que suporte muito e é claro que ele nunca compra cartões simples, os cartões de alta performance são especialmente para uso profissional, devido a velocidade de transmissão de dados ser fator imprecindível para fotógrafos profissionais, evidentemente eles custam mais caros (como tudo que é bom) e também nunca compra cartões de origem duvidosa.  E ainda dentro do quesito segurança é muito bom saber como, onde e quando o fotógrafo descarrega suas fotos, eu acredito que todo fotógrafo de eventos deve considerar o uso de um notebook para descarga e armazenamento de arquivos e de preferência conectado a um HD externo, tendo assim todos os arquivos em mais um local e que este HD não vá junto dele pra casa, mande com o pessoal da filmagem ou deixe com os noivos, afinal… é um casamento!

Voce deve analisar também o fato de contratar o próprio fotógrafo, veja que por questões de estratégias comerciais vê-se muitos fotógrafos, principalmente os mais famosos, montando esquemas de produção de fotos de casamentos, usando o sucesso do nome, investindo inclusive em campanhas de marketing, “garantindo” parcerias com casas de noivas, vendem-se a griffe para várias noivas em um só final de semana, mas e o fotógrafo? onde estava afinal? algumas vezes em nenhum desses eventos, não é difícil encontrar pessoas que aspiram a profissão de fotógrafo, alguns até muito bom por sinal, que aceitam trabalhar como “free-lancer” para fotógrafos estabelecidos, e até trabalham mais a vontade, uma vez que como terceirizado não responsabilidade alguma com o evento, no caso de alguma coisa sair errado, o nível de risco que noivos correm nesses casos é muito grande, e é claro que quem detém a fama, trabalha com a possibilidade do cliente entender muito pouco de fotografia, do contrário ele teria na agenda apenas um evento no dia, vamos ser honestos? voce paga uma fortuna pelo seu álbum, o cara paga uma merreca para o freela, eu acredito que o cliente faz papel de bobo principalmente quando gosta das fotos, porque pela lógica ele poderia ter pago muito menos para o fotógrafo que realmente o atendeu, mas é claro que a vida não é assim, parceiro! alguns ainda são ingênuos ao ponto de dizer “quem fotografou meu casamento foi o fulano”, sem se dar conta que ele ou ela sequer conhece pessoalmente esse fulano, esta prática é tão comum que os que fazem isso nem se importam com o fato de que em alguns casos cometem crime na área dos direitos autorais, pois autoria não pode ser vendida e se assinam uma obra que não lhe pertence… não são fotógrafos, vendem o nome na mídia para se aproveitarem de quem produz o trabalho e de quem compra.

Sempre!!! contrate um fotógrafo e exija a presença dele no evento, faça-o perceber que seu dinheiro não é capim.

Agora sim! pode perguntar o preço.

Até a próxima!

Fonte: celmocafrune.com

Olá,
gostaría de alertar um pouquinho para aquela necessidade que ás vezes algumas pessoas têem de explicar sobre uma foto na qual tenha ficado bem, com a célebre frase “e olha que não tem photoshop”, será que alguém tem percebido o quanto estão banalisando o uso deste software?, parece até que a fotografia foi inventada agora, e na verdade o que acaba de ser inventada é a “PHOTOSHOPGRAFIA”, que é aquela foto ruim, mal iluminada e sem composição, mas o mané que se diz fotógrafo fala que não vai mostrar agora porque precisa passar no photoshop primeiro, ou ainda aquela menina gorda que exibe para todos uma foto na qual ela aparece magérrima, com pelo menos 30 quilos muito bem removidos pelo photoshop exercendo neste momento o poder de psicanalista devolvendo a ela a vontade de viver, já que a insegurança e a falta de amor próprio a consumia, tem photoshopgrafia também na foto daquela pessoa que tem a pele toda furadinha, mas exibe uma foto que mostra sua nova pele, parecendo mais um azulejo, afinal não interessa se é mentira! o que esta pessoa não percebe é que quem está vendo a foto, também pode ver sua pele real, e comparar com a da foto, e aí???? tem também o caso clássico da mãe, de 59 anos que exige sob pena de não ficar com as fotos, a remoção de “todas” as rugas e assim poder mostrar a todos o quanto ela se parece com a filha que está se formando, mas ainda falta um comentário tão antiético quanto a foto, mas ela adoraria ouvir, que é o: “voces são gêmeas?”
Bom, galera! é claro que sou fotógrafo e também uso photoshop, mas sempre com muita cautela para não passar dos limites, afinal ele deve ser usado para criar efeitos especiais quando for o caso ou qualquer coisa qualquer coisa que puder ajudar uma foto sem escândalos macabros, um fotógrafo de verdade sabe disso e nada o faria retirar uma cicatriz de uma pessoa, por exemplo! ou ainda fotografar uma pessoa que só tem uma perna e na foto ela aparece com duas pernas perfeitas, isso seria escandalosamente desrespeitoso com a pessoa, mesmo que ela pague esse mico sem perceber;     Faça um teste! sabe aquela foto que voce pagou muito mais barato para aquele “fotógrafo” que diz o equipamento dele é melhor e mais caro e afirma (ele também é vítima disso) que suas fotos são melhores porque ele é melhor de photoshop? então!! sua pele está lisa como um plástico, passe-a para as pessoas e perceba expressões como se tivesse sido contado uma piada da qual não se pode rir, principalmente se a pessoa que estiver olhando entender de fotografia.
DEFININDO:
-Uma boa foto já está pronta na captura!
-Em sua foto voce tem que parecer voce mesmo(a), se quiser parecer a Gisele, pegue uma foto dela e convença as pessoas de que é voce em um momento de luz!
-Evite fotógrafos que aceitam trabalhar de cirurgiões plásticos ou psicanalistas.
-Pessoas autênticas, contratam profissionais autênticos para trabalhos autênticos.
-O ato de alterar as feições humanas de alguém não poderia ser estelionato????
é o que penso!
Até a próxima!

Olá,

gostaría de alertar um pouquinho para aquela necessidade que ás vezes algumas pessoas têem de explicar sobre uma foto na qual tenha ficado bem, com a célebre frase “e olha que não tem photoshop”, será que alguém tem percebido o quanto estão banalisando o uso deste software?, parece até que a fotografia foi inventada agora, e na verdade o que acaba de ser inventada é a “PHOTOSHOPGRAFIA”, que é aquela foto ruim, mal iluminada e sem composição, mas o mané que se diz fotógrafo fala que não vai mostrar agora porque precisa passar no photoshop primeiro, ou ainda aquela menina gorda que exibe para todos uma foto na qual ela aparece magérrima, com pelo menos 30 quilos muito bem removidos pelo photoshop exercendo neste momento o poder de psicanalista devolvendo a ela a vontade de viver, já que a insegurança e a falta de amor próprio a consumia, tem photoshopgrafia também na foto daquela pessoa que tem a pele toda furadinha, mas exibe uma foto que mostra sua nova pele, parecendo mais um azulejo, afinal não interessa se é mentira! o que esta pessoa não percebe é que quem está vendo a foto, também pode ver sua pele real, e comparar com a da foto, e aí???? tem também o caso clássico da mãe, de 59 anos que exige sob pena de não ficar com as fotos, a remoção de “todas” as rugas e assim poder mostrar a todos o quanto ela se parece com a filha que está se formando, mas ainda falta um comentário tão antiético quanto a foto, mas ela adoraria ouvir, que é o: “voces são gêmeas?”

Bom, galera! é claro que sou fotógrafo e também uso photoshop, mas sempre com muita cautela para não passar dos limites, afinal ele deve ser usado para criar efeitos especiais quando for o caso ou qualquer coisa qualquer coisa que puder ajudar uma foto sem escândalos macabros, um fotógrafo de verdade sabe disso e nada o faria retirar uma cicatriz de uma pessoa, por exemplo! ou ainda fotografar uma pessoa que só tem uma perna e na foto ela aparece com duas pernas perfeitas, isso seria escandalosamente desrespeitoso com a pessoa, mesmo que ela pague esse mico sem perceber;     Faça um teste! sabe aquela foto que voce pagou muito mais barato para aquele “fotógrafo” que diz o equipamento dele é melhor e mais caro e afirma (ele também é vítima disso) que suas fotos são melhores porque ele é melhor de photoshop? então!! sua pele está lisa como um plástico, passe-a para as pessoas e perceba expressões como se tivesse sido contado uma piada da qual não se pode rir, principalmente se a pessoa que estiver olhando entender de fotografia.

DEFININDO:

-Uma boa foto já está pronta na captura!

-Em sua foto voce tem que parecer voce mesmo(a), se quiser parecer a Gisele, pegue uma foto dela e convença as pessoas de que é voce em um momento de luz!

-Evite fotógrafos que aceitam trabalhar de cirurgiões plásticos ou psicanalistas.

-Pessoas autênticas, contratam profissionais autênticos para trabalhos autênticos.

-O ato de alterar as feições humanas de alguém não poderia ser estelionato????

é o que penso!

Até a próxima!

Fonte: celmocafrune.com

Como eu gostaria que fotografia em eventos fosse como no cinema, o diretor (no caso o fotógrafo) recebe um super útil megafone alguns minutos antes de iniciar a cerimônia, e ficaría mais ou menos assim:
Atenção senhores padrinhos e convidados, para evitarmos as cenas artificiais pedimos encarecidamente que:
- Não façam nenhuma “paradinha” no inicio do corredor, e muito menos no meio dele.
- Que mantenham uma forma natural de caminhar, sem chegar muito perto do casal da frente.
- Cuidado para não atravessar todo o corredor olhando para o chão, olhe sempre para frente, afinal voce é padrinho.
- Evite a atitude super hiper artificial de ficar encarando câmeras, sejam de fotografia ou filmagem, não interessa! aja sempre naturalmente e nunca olhe para uma câmera, a menos que isso seja solicitado, isso valoriza muito uma cena, seja foto ou vídeo.
- A propósito! as gracinhas de mau gosto também estão dispensadas, façamos todo o esforço possível para evitarmos coisas do tipo: entrar na frente da câmera, fazer chifrinho por trás do colega, etc… etc… etc. seremos muito mais originais e divertidos se brincarmos uns com os outros, permitindo-nos sermos filmados e fotografados.
- Antes que eu me esqueça, para aqueles que forem assinar, inclusive os noivos jamais façam aquela paradinha da caneta no final da assinatura para olhar para a camera, a beleza plástica de uma foto ou filmagem não ganha nada com isso e naturalidade perde muito, já que o que pretendemos é dinamismo e movimento tanto nas fotos como no vídeo!
-Tentem lembrar de alguma reportagem que tenham visto, onde por trás do repórter aparecem alguns transeuntes passando como se tivesse vendo um extraterrestre, ou pior ainda… a impressão que se tem é que este transeunte acredita piamente que a câmera é uma arma letal,  ao ponto de sair correndo ou tentar se esconder quando se vê na mira de uma, portanto peço que não hajam assim durante o evento, pois isso faria a cena ser deletável.

Como eu gostaria que fotografia em eventos fosse como no cinema, o diretor (no caso o fotógrafo) recebe um super útil megafone alguns minutos antes de iniciar a cerimônia, e ficaría mais ou menos assim:

Atenção senhores padrinhos e convidados, para evitarmos as cenas artificiais pedimos encarecidamente que:

- Não façam nenhuma “paradinha” no inicio do corredor, e muito menos no meio dele.

- Que mantenham uma forma natural de caminhar, sem chegar muito perto do casal da frente.

- Cuidado para não atravessar todo o corredor olhando para o chão, olhe sempre para frente, afinal voce é padrinho.

- Evite a atitude super hiper artificial de ficar encarando câmeras, sejam de fotografia ou filmagem, não interessa! aja sempre naturalmente e nunca olhe para uma câmera, a menos que isso seja solicitado, isso valoriza muito uma cena, seja foto ou vídeo.

- A propósito! as gracinhas de mau gosto também estão dispensadas, façamos todo o esforço possível para evitarmos coisas do tipo: entrar na frente da câmera, fazer chifrinho por trás do colega, etc… etc… etc. seremos muito mais originais e divertidos se brincarmos uns com os outros, permitindo-nos sermos filmados e fotografados.

- Antes que eu me esqueça, para aqueles que forem assinar, inclusive os noivos jamais façam aquela paradinha da caneta no final da assinatura para olhar para a camera, a beleza plástica de uma foto ou filmagem não ganha nada com isso e naturalidade perde muito, já que o que pretendemos é dinamismo e movimento tanto nas fotos como no vídeo!

-Tentem lembrar de alguma reportagem que tenham visto, onde por trás do repórter aparecem alguns transeuntes passando como se tivesse vendo um extraterrestre, ou pior ainda… a impressão que se tem é que este transeunte acredita piamente que a câmera é uma arma letal,  ao ponto de sair correndo ou tentar se esconder quando se vê na mira de uma, portanto peço que não hajam assim durante o evento, pois isso faria a cena ser deletável.

Fonte: celmocafrune.com

Bom dia!
Cara! hoje eu estou me sentindo como um profissional qualquer que gasta quase todo o tempo de sua vida buscando melhorar sempre o que já faz muito bem, aí liga um moleque inconsenquente, insolente e muitos outros “entes” vendedorzinho de idéias vazias tentando trazer a idéia do sertanejo universitário para a fotografia, mas deixemos isso pra lá, vejam que fotografia, assim como fotógrafos já nascem prontos e não há photoshop que peque uma péssima foto e a transforme em uma linda foto, no máximo conseguir-se-á transformá-la em uma imagem brega, e de mau gosto com aqueles brushes de raminhos, peles artificiais e tudo de mais horroroso que puderem colocar em uma foto, por isso estou publicando exatamente esta foto, com conceito minimalista, onde a foto já está pronta na cabeça de um fotógrafo, ele só usa uma camera qualquer pra mostrar isso para o mundo e o photoshop, assim como o sal, quando usado na medida certa, é muito bem-vindo! então este é meu estilo de ver, capturar, editar e entregar uma foto.
Até a próxima!

Bom dia!

Cara! hoje eu estou me sentindo como um profissional qualquer que gasta quase todo o tempo de sua vida buscando melhorar sempre o que já faz muito bem, aí liga um moleque inconsenquente, insolente e muitos outros “entes” vendedorzinho de idéias vazias tentando trazer a idéia do sertanejo universitário para a fotografia, mas deixemos isso pra lá, vejam que fotografia, assim como fotógrafos já nascem prontos e não há photoshop que peque uma péssima foto e a transforme em uma linda foto, no máximo conseguir-se-á transformá-la em uma imagem brega, e de mau gosto com aqueles brushes de raminhos, peles artificiais e tudo de mais horroroso que puderem colocar em uma foto, por isso estou publicando exatamente esta foto, com conceito minimalista, onde a foto já está pronta na cabeça de um fotógrafo, ele só usa uma camera qualquer pra mostrar isso para o mundo e o photoshop, assim como o sal, quando usado na medida certa, é muito bem-vindo! então este é meu estilo de ver, capturar, editar e entregar uma foto.

Até a próxima!

Fonte: celmocafrune.com

Fotos do Noivado

Os álbuns ficarão mais bonitos a cada idéia dessa!   Tomara que me peçam algo assim logo.

Fonte: celmocafrune.com

Eu sempre gosto de incluir o máximo possível de fotos em prêto e branco nos álbuns que produzo, é claro que respeito muito o gosto de meu cliente, e até mesmo por isso, temos opções fantásticas de tratamentos em fotos coloridas, só evito mesmo aquelas coisinhas de mau gosto que alguns que acham que entendem de fotografia colocam em álbuns, alguns até compram brushes do photoshop para desenharem nas fotos com raminhos, florzinhas, etc…, radicalmente grito que foto que precisa disso eu não preciso dela, prefiro utilizar uma que seja bonita pelo conteúdo, enquadramento ou qualquer outro motivo que a faça pertencer ao meu estilo minimalista, talvez por isso eu seja muito fã do PB porque é o único tipo de foto que nunca cai, é tão antigo quanto moderno!
Até a próxima!

Eu sempre gosto de incluir o máximo possível de fotos em prêto e branco nos álbuns que produzo, é claro que respeito muito o gosto de meu cliente, e até mesmo por isso, temos opções fantásticas de tratamentos em fotos coloridas, só evito mesmo aquelas coisinhas de mau gosto que alguns que acham que entendem de fotografia colocam em álbuns, alguns até compram brushes do photoshop para desenharem nas fotos com raminhos, florzinhas, etc…, radicalmente grito que foto que precisa disso eu não preciso dela, prefiro utilizar uma que seja bonita pelo conteúdo, enquadramento ou qualquer outro motivo que a faça pertencer ao meu estilo minimalista, talvez por isso eu seja muito fã do PB porque é o único tipo de foto que nunca cai, é tão antigo quanto moderno!

Até a próxima!

Fonte: celmocafrune.com

Olá,
às vezes preciso ficar explicando para um cliente o porquê da fotografia ser um pouco diferente do comércio, não se engane acreditando que o melhor negócio é quando voce fecha com o menor preço, pois é justamente aí que pode estar se iniciando um enorme problema no dia de sua festa e mesmo quando voce fecha com alguém que reforça que suas fotos são boas porque tem um puta equipamento, cara!! é a mesma coisa que alguém querer provar pra voce que é melhor motorista porque comprou um carro mais caro, mas também não vamos banalizar a necessidade de investir em um equipamento que lhe dê confiabilidade para produzir um trabalho, enfim: existe muita diferença entre um fotógrafo que investe em equipamentos necessários para suas necessidades técnicas e um aspirante que ainda não domina o conhecimento necessário e por isso mesmo acredita que o passo principal é ter o melhor equipamento do mundo, por isso se voce não pode contratar um cara que seja “fotógrafo” que tenha um bom equipamento (e isso é relativo dependendo da área da fotografia que estivermos falando), então prefira contratar um cara que apesar de conhecer profundamente e ser apaixonado pela fotografia, tenha apenas um celular para realizar o trabalho.
Até a próxima!

Olá,

às vezes preciso ficar explicando para um cliente o porquê da fotografia ser um pouco diferente do comércio, não se engane acreditando que o melhor negócio é quando voce fecha com o menor preço, pois é justamente aí que pode estar se iniciando um enorme problema no dia de sua festa e mesmo quando voce fecha com alguém que reforça que suas fotos são boas porque tem um puta equipamento, cara!! é a mesma coisa que alguém querer provar pra voce que é melhor motorista porque comprou um carro mais caro, mas também não vamos banalizar a necessidade de investir em um equipamento que lhe dê confiabilidade para produzir um trabalho, enfim: existe muita diferença entre um fotógrafo que investe em equipamentos necessários para suas necessidades técnicas e um aspirante que ainda não domina o conhecimento necessário e por isso mesmo acredita que o passo principal é ter o melhor equipamento do mundo, por isso se voce não pode contratar um cara que seja “fotógrafo” que tenha um bom equipamento (e isso é relativo dependendo da área da fotografia que estivermos falando), então prefira contratar um cara que apesar de conhecer profundamente e ser apaixonado pela fotografia, tenha apenas um celular para realizar o trabalho.

Até a próxima!

Uma barra que eu tenho que enfrentar em Uberlândia, é sempre o making of da noiva, que eu não sei porquê, mas salões insistem em não permitir fotógrafos registrando os passos da noiva, se acomodam na cultura arcaica de só fotografar a noiva depois de pronta, de quê adianta isso? pior ainda… a falta de respeito é tão grande que ainda se prestam a fazer simulações, ahhh! convenhamos, as noivas deviam é contratar alguém que as preparasse em suas casas, as fotos agradeceriam!

Uma barra que eu tenho que enfrentar em Uberlândia, é sempre o making of da noiva, que eu não sei porquê, mas salões insistem em não permitir fotógrafos registrando os passos da noiva, se acomodam na cultura arcaica de só fotografar a noiva depois de pronta, de quê adianta isso? pior ainda… a falta de respeito é tão grande que ainda se prestam a fazer simulações, ahhh! convenhamos, as noivas deviam é contratar alguém que as preparasse em suas casas, as fotos agradeceriam!

Fonte: celmocafrune.com